Tendências para 2017: que tal conhecer os diversos públicos consumidores?

A J. Walter Thompson, uma das maiores agências de publicidade do mundo, compartilhou um estudo chamado “Future 100: Trends and Change to Watch in 2017”, com as tendências para as empresas apostarem no próximo ano. Uma delas, em especial, me chamou a atenção: segundo o estudo, as empresas precisam superar o desafio de se comunicar com as mulheres solteiras, evitando preconceitos e estereótipos, já que este público possui um alto poder de consumo. Há alguns anos, uma rede de lavanderias lançou um pacote especial de serviços para solteiros (homens e mulheres) e pessoas que moram sozinhas, com grande destaque na imprensa, porque quase nada se faz voltado a este público. E, pensando bem, é assim mesmo: há poucas opções de pratos individuais nas redes de delivery e o frete cobrado para as entregas inibem as pessoas solteiras de pedirem comida; quase nenhuma rede faz promoções para quem vive só e esse público é bastante negligenciado. Quem sair na frente, com certeza, fidelizará um percentual grande de consumidores, já que existe uma grande tendência de pessoas morando sós.

Também é crescente o número de consumidores da terceira idade ansiosos por serviços e produtos que qualidade – principalmente algum que não os trate como velhos. Hoje, aos 65 anos, as pessoas são ativas no mercado de trabalho, praticam esportes, cuidam de sua saúde e consomem viagens e moda, frequentam bons restaurantes e desejam bens de consumo. O desafio é criar opções para este público que realmente superem suas expectativas.

Obviamente, há muitas oportunidades de segmentação de público. Existem os grupos LGBT, os adolescentes, os veganos ou simplesmente as pessoas que buscam uma vida mais saudável... Encontrar um segmento e apostar nele pode ser uma opção interessante. Quem sabe, essa é sua aposta para o próximo ano?