A comunicação e a relação entre as pessoas: uma reflexão

Uma frase do escritor francês Antoine Saint-Exupery, famoso pela obra “O Pequeno Príncipe”, diz que “a comunicação é uma ponte para grandes entendimentos”. Mas, o que acontece na prática é que nem sempre sabemos criar esta ponte. Não sabemos nos comunicar. Com isso, não conseguimos ter e manter bons relacionamentos.

Atualmente, muito se tem falado sobre a comunicação não-violenta. Ela propõe desenvolver a habilidade de se comunicar com empatia e compaixão, a fim de evitar problemas nos relacionamentos pessoais e profissionais. Pede uma postura não-defensiva: eu devo ser firme, não áspero. Ser flexível nas relações, e não rígido. Ser curioso sem ser evasivo. Ter bom humor, mas não ser sarcástico. Ser compassivo e não um julgador. E por aí vai ...

Talvez existam pessoas que não deem credibilidade a um assunto tão sério como este: a necessidade de rever e mudar a forma de se comunicar com as pessoas em todos os âmbitos. Porém, o que estamos assistindo ultimamente – um mar de intolerância e conflitos dos mais variados tipos e motivações – são fruto de atitudes egoístas, egocêntricas, preconceituosas e agressivas que vêm dominando a existência de muitas pessoas.

Por que não viver de forma mais harmoniosa? Por que não se expressar com honestidade, mas respeitando o outro - suas crenças, valores, emoções? Por que não comunicar-se a fim de evitar conflitos e agressões? São caminhos que precisam ser trilhados. E com urgência