Água Doce: uma franqueadora que merece o sucesso

A Água Doce – Sabores do Brasil é uma marca muito respeitada no sistema de franchising. Já recebeu o prêmio ABF, como melhor franqueadora do ano, e tem o reconhecimento de ser uma empresa séria, honesta e que sempre está em busca de fazer o melhor para manter o bom relacionamento com sua rede franqueada. Além disso, investe em inovações para garantir o futuro da empresa.

Ontem, uma inauguração muito especial ocorreu na capital paulista: uma linda unidade franqueada no agitado bairro de Santana, dos já franqueados Regina e Felipe, mostrou que a marca está cada vez mais moderna. Em alguns dias, será a vez de São José do Rio Preto, onde a população já está ansiosa pela abertura da nova casa. Também em agosto, um documentário sobre a trajetória do fundador e presidente da marca, Delfino Golfeto, será lançado por um canal de negócios.

Tanto movimento não significa que a empresa não esteja enfrentando o momento de crise que todas as empresas brasileiras vivem. Os franqueados Água Doce, assim como todos os varejistas, estão sentindo na pele a redução do movimento em seus restaurantes. Com isso, a empresa franqueadora tem redução significativa em seus royalties e menos valores para investir. Após 25 anos de operação, algumas unidades não têm herdeiros naturais e a sucessão é um momento delicado, o que faz com que haja uma depuração natural, fechamento e troca de operadores em unidades – fatos pelos quais todas as grandes e antigas franqueadoras passam.

Porém, o que se vê, é que quando uma marca se estrutura de maneira adequada, ela consegue resistir melhor aos percalços naturalmente impostos pelo mercado, pela situação política e econômica e pelas variações naturais do próprio segmento. Por tudo isso, eu não poderia deixar de parabenizar a Água Doce e meus clientes Delfino Golfeto e Júlio Bertolucci por esse momento de tantas notícias boas vindas da Água Doce. Um brinde às conquistas!

 Delfino Golfeto, presidente da Água Doce

Delfino Golfeto, presidente da Água Doce