Quer ajudar? Invista na educação de alguém

book-1760998_1280.jpg

Presencio um aumento considerável de ações sociais por parte de empresas e pessoas físicas e, sinceramente, isso é reconfortante. Ver que a empatia, a solidariedade e a compaixão entre as pessoas se amplia e se concretiza em ações é um acalanto, diante de tantas notícias ruins que permeiam nosso cotidiano.

Infelizmente, também ouço alguns comentários pessimistas, de pessoas que insistem em dizer que “o número de ações sociais existentes daria para salvar o mundo, mas, não causa grande impacto”. Discordo. Vejo que o trabalho individual ou coletivo de ajuda a quem é menos favorecido é necessário e fundamental a todas as sociedades e, num país como o Brasil, ele é imprescindível. Sem as ações constantes, sérias e alicerçadas em planejamentos a longo prazo, teríamos ainda mais desigualdade social, menos crianças nas escolas, pouquíssimos jovens nas universidades e adultos ainda mais perdidos, diante de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

Àqueles que desejam fazer um trabalho social, mas, que não sabem por onde começar, deixo aqui uma dica: invistam na educação de alguém. É isso mesmo: elejam uma ou duas pessoas que tenham boa vontade e potencial, mas, que não tenham acesso a uma boa educação e proporcionem o melhor que conseguirem a elas. Pode ser que vocês não consigam pagar a melhor faculdade, mas, sejam capazes de reunir dois amigos que se comprometam a, juntos, arcar com o custo de um curso profissionalizante ou um Ensino Fundamental em colégio particular, melhor. Não importa: para quem não tem nada e valoriza o estudo, toda a oportunidade será um presente, uma chance de ter um futuro melhor. Pense nisso e aja! Certamente, você também pode se mobilizar para proporcionar um futuro melhor a alguém.